Passar à ação com sabores

Une exception gastronomique UNIMA

A gastronomia e o camarão de Madagáscar têm uma relação única. Valorizam-se um ao outro, conversam. O camarão Unima provém de terras que alimentam de Madagáscar, do conhecimento dos homens e mulheres que respeitam a harmonia das origens.  

Reconhecido mundialmente pelos especialistas em gastronomia e amadores, o camarão da Unima é o orgulho de Madagáscar. São os mais saborosos do mundo. Rosa como deve ser, com uma textura firme que derrete na boca, suculento, delicadamente perfumado e ligeiramente iodado, é reconhecido por especialistas em gastronomia e amadores do mundo inteiro pelo seu sabor único. Algumas receitas de vários cantos do mundo ilustram esta junção viva e fresca.  

Muito eficaz, à moda thai

Pegue em 500 gramas de camarão de Madagáscar, abra-os a meio no sentido do comprimento. Deixe-os marinar em água fresca durante 10 minutos com uma colher de sal. Coe a água mas sem enxaguar. Num wok, salteie os camarões, panados em Maizena, em óleo de amendoim bem quente. Adicione os tomates esmagados, o azeite, a cebola, o alho, a cenoura, o aipo, o gengibre fresco, o caril, a curcuma, os coentros e a erva-cidreira, deixe cozinhar até estar tudo bem envolvido nos sabores. Saltei-os mais um pouco e sirva.

Tão famoso, o cocktail de camarão

Prato fetiche dos anos 60, continua a ter muitos apreciadores exigentes. Precisa de, como estrela principal, camarão de Madagáscar. E para o acompanhar, uma maionese caseira aprimorada com molho Worcestershire, pimenta de Madagáscar e sumo de limão. O nosso pequeno «extra»: adicionar manjericão e estragão picados…

Poderosos, camarão ao sal

Pegue em 500 gramas de camarão de Madagáscar, abra-os a meio no sentido do comprimento. Deixe-os marinar em água fresca durante 10 minutos com uma colher de sal. Coe a água mas sem enxaguar. Num wok, salteie os camarões, panados em Maizena, em óleo de amendoim bem quente. Adicione um dente de alho picado, cozinhe até dourar, salteie mais um pouco. Uma boa pitada de sal e sirva.

Tão suaves, caril e leite de coco

Pegue em 500g de camarão de Madagáscar descascados, regue-os com sumo de lima, misture, cubra com película e coloque no frigorífico durante uma hora. Coloque óleo numa frigideira, com uma cebola descascada e picada, duas colheres de sopa de caril e leite de coco (40cl). Deixe cozer durante 5 minutos, adicione um pimento picado sem sementes e, por fim, acrescente os camarões escorridos, 5 a 6 minutos. Acrescente cajus, coentros picados e sirva.

Tão tenros, com mel e sementes de sésamo

Pegue em 500 gramas de camarão de Madagáscar, abra-os a meio no sentido do comprimento. Deixe-os marinar em água fresca durante 10 minutos com uma colher de sal. Coe a água mas sem enxaguar. Num wok, salteie os camarões, panados em Maizena, em óleo de amendoim bem quente. Adicione uma colher de sopa de sementes de sésamo, um pouco de coentros, mel, cebolas (ou chalotas). Cozinhe até que fique tudo dourado, salteie mais um pouco e sirva.

Tão simples, camarão ao alho

Parece tão fácil. Uma frigideira grande; óleo e manteiga, tabasco e alho, tostas trituradas, salsa (ou coentros). Para duas pessoas, conte com 500 gramas de camarão de Madagáscar e depois ajuste de acordo com o que gosta. Digamos 50 gramas de manteiga com sal, uma colher de azeite, um dente de alho.

Uma carne única

O camarão de Madagáscar faz parte dos produtos raros que oferecem um amplo registo de degustação. O camarão tanto pode brilhar em cocktails, fáceis de degustar, como também prolongar a conversa num prato requintado, onde brinca com especiarias, associações e sensações. Diferente do lavagante, da lagosta ou do caranguejo, o seu sabor é único. Liberta uma rara concentração iodada, uma crocância suculenta incomparável porque o camarão de Madagáscar restaura um terroir de caráter. Com ele, já consegue viajar um pouco.

Instruções

Como descongelar o camarão corretamente ?

Primeiro passe o camarão debaixo d’água, apenas para retirar o gelo protetor.
De seguida, coloque-os num prato e deixe-os descongelar suavemente no frigorífico durante três horas.
Não leve ao micro-ondas, a crocância do camarão será afetada.
Os camarões também podem ser cozinhados sem descongelar, neste caso devem ser salteados durante cinco minutos em lume forte, mexendo regularmente.

Como cozer corretamente o camarão ?

Para manter a textura firme e macia do camarão cru, descascado ou não, ferva um grande volume de água salgada (40 gramas de sal por litro de água). Quando começar a ferver, acrescente os camarões, quando a água voltar a ferver, estão prontos!

Alguns preferem cozinhar os camarões diretamente com a casca para adensar os sabores e manter todos os benefícios para a saúde, outros optam por cozinhá-los descascados.
Deixe sempre os camarões respirarem no tacho para que não se sobreponham e soltem seus sucos.

Para os temperos, siga o seu instinto, mas não esmague a delicadeza de um camarão com a aspereza de certos temperos, opte pela subtileza. Experimente todos os tipos de sabores: yuzu, açafrão, pimenta, baunilha, abacate…

Descongelar :
passe os camarões por água fria

Frite-os durante 5 minutos em lume forte, mexendo regularmente,

Ou mergulhe-os num grande volume de água a ferver, com sal.